Oportunidades

Como importar material de construção

Aprenda nesse guia como importar material de construção e quais os principais aspectos nessa operação

Redação Gainholder 02 Jul 2020 • 3 minutos
Como importar material de construção

CENÁRIO: A construção civil vem passado por uma grande transformação na edificação residencial, comercial e industrial ao longo dos anos. Essas evoluções estão ocorrendo globalmente – e o Brasil não está de fora deste processo.

O conceito que mais está em voga nesse segmento é o da sustentabilidade no canteiro de obras: seja para redução do desperdício, ou para um processo construtivo mais ecológico, tecnológico, e com menor custo por m2.

NA PRÁTICA: A principal questão é: qualquer produto desse segmento pode ser importado? A resposta é sim! Entretanto, alguns desses produtos são mais desafiadores do que outros. Trazendo alguns exemplos: o vergalhão possui exigências no Inmetro, logo, é necessário percorrer um processo de homologação do produto antes de colocar um pedido de importação junto ao fabricante. Outro produto muito requisitado para importação são pisos, como os porcelanatos, com alto índice de risco de quebras e/ou rachaduras.

Já para outros produtos, não existem exigências de ações regulatórias como Inmetro, porém, a mercadoria pode ter o chamado “tratamento administrativo”, como a Licença de Importação, deferida por um órgão anuente. É um processo menos burocrático, mas que não pode ser esquecido. Metais como torneiras, registos e válvulas não têm exigências, mas podem depender de Licenças de Importação. Já disjuntores, cabos, interruptores e tomadas é necessário passar pela acreditação do Inmetro.

Importação de materiais para construção
Exemplos de alguns materiais utilizados em construções que podem ser importados

Tal certificação do Inmetro varia muito por produto quando é exigida – que pode ser voluntariamente ou compulsoriamente. Os compulsórios, neste caso, só podem ser importados e comercializados com a certificação.

Felizmente, o processo para certificar não é complexo. Boa parte dos fabricantes internacionais já estão atentos às normas técnicas e metodologias para que seus produtos tenham competitividade e aderência a boa parte dos países. Todavia, ainda é necessário averiguar se o produto de interesse atende a todas essas exigências, ou se é necessária a adequação do produto. Casa haja esta necessidade, é importante negociar com o fornecedor, pois as exigências não devem ser consideradas customizações, mas sim, atendimento a normas que irão possibilitar a abertura de um novo mercado.

A acreditação do produto se faz através de laboratórios homologados pelo Inmetro. O investimento para registo de itens para construção civil varia para cada escopo de exigência que o produto precisa se submeter, bem como um orçamento de laboratório para outro homologado o qual irá realizar os testes, conforme escolha.

A importação requer atenção sobre o tratamento administrativo, por isso, é importante consultar empresas especializadas no processo, como a Gainholder, para que isso ocorra de forma fluida, correta e otimizada. Abaixo, trouxemos alguns cases que retratam algumas de nossas experiências nesse setor:

Ainda está em dúvida sobre esse segmento? Importe material de construção e muitos outros produtos com a Gainholder. Esse é um mercado extremamente lucrativo, não deixe sua empresa de fora. Entre em contato conosco e entenda como podemos te ajudar a importar



Cases de clientes da Gainholder - Importação de material de construção

CASE 1: uma construtora, cujo nome permanece em confidencialidade, estava edificando um prédio residencial com 28 pavimentos, sendo 4 por andar. A Gainholder foi procurada para trazer os metais como torneiras, válvulas e registros. Este cliente contratou a pesquisa de mercado, exigindo acabamentos e design em harmonia à estética do edifício. O cliente recebeu mais de 6 opções de fornecedores, com uma vasta linha para sua escolha. A importação foi realizada, e ao término desta, o departamento de compras realizou um comparativo entre produtos similares no mercado e os importados. O resultado foi uma economia de mais de 30%!

CASE 2: a construção residencial sempre traz um toque de diferenciação. Alguns clientes buscam esta exclusividade através de importação de produtos singulares. O dono de um shopping de luxo da cidade de São Paulo (informação confidencial), contratou a Gainholder para importar 3 lareiras suspensas assinadas por um renomado designer francês, fabricadas em Portugal para sua cobertura com mais de 1.200m2. Diferente de uma compra empresarial com escala para abater e viabilizar os curtos da importação frente à compra no mercado nacional, a compra da indústria do luxo requer um tato diferenciando no atendimento. A Gainholder realizou a importação – o valor das peças ficou elevado – mas como o foco era na sofisticação, a empreitada de luxo não teve barreiras. O cliente ficou satisfeito com a compra, e o apartamento foi inaugurado e prestigiado por várias revistas do segmento!

Comentários
.