Importações de pequeno e médio porte, hoje em dia, já é uma realidade frequente para muitos empresários no Brasil. Com o passar do tempo, algumas normativas ficaram mais flexíveis, mas não deixaram de ser complexas. A Importação ainda é um grande desafio até mesmo para quem realiza esse processo a mais tempo.

Algumas empresas ainda optam pela importação direta. As consequências de erros na importação direta são pagas pelo importador, mesmo por erros gerados por terceiros (ex: Despachante Aduaneiro).

Alocar um departamento de importação em uma empresa de pequeno porte é um custo operacional superdimensionado com um retorno aquém do investimento. Tais situações acarretam geração custos e prazos maiores. Em um mercado cada vez mais competitivo, centralizar os recursos financeiros ao core business da empresa é tarefa árdua.

Mesmo com anos de experiência, as empresas têm gaps e zonas de sombra sobre a operação de importação.

Em 2002 o Serviço Normatizado pela Receita Federal declarou a Instrução Normativa RFB - IN 225, a qual consiste em que operações de importação procedidas por Conta e Ordem possam ser gerenciadas e operacionalizadas por uma Trading em nome do cliente (Adquirente).

Desde então a Gainholder desenvolveu uma plataforma chamada Conta e Ordem, que possui aspecto mais amplo que a importação direta, englobando uma gama de serviços:

A pré-operacional bem elaborada evita a grande maioria dos problemas e inconsistências encontrados na fase operacional, na medida em que a imensa maioria dos problemas de importação decorre de falta, erro ou negligência cometida na fase pré-operacional. Concluída a etapa pré-operacional, é possível saber o Custo de Importação, com todas as bases legais e prerrogativas do produto, com o valor final nacionalizado e o seu cronograma.

A fase operacional consiste em colocar em prática tudo o que foi planejado, através de Procedimento Operacional Padrão (SOP), Indicador-Chave de Desempenho (KPI) e ERP automatizando os processos e integrado as atividades, Finanças, Contabilidade, Fiscal, Produção e Logística.

O pós-operacionais a integração contábil das etapas antecessoras, envolvendo aspectos legais da contabilização, e atendimento a formalidades fiscais.

Tais ferramentas permitem que a operação atenda, de fato, os aspectos internos da empresa. A Gainholder possui benefícios fiscais que permitem a redução do ICM´S na nacionalização. A aplicação do beneficio independe do porto, aeroporto ou fronteira seca.

Integramos a nossa inteligência em sua empresa, simplificando o processo de importação, aumentar a performance com os mesmo recursos financeiros disponíveis, trazendo maior assertividade, acuidade e resultados.

Receba uma ligação
.

Disponível de Seg. à Sex. 08h-18h

NOME

E-MAIL

TELEFONE

Retorno estimado em 1h

Soluções relacionadas
.
Vamco
.

Precificação de um processo completo de importação, desde a mercadoria até logística de transporte.

Habilitação
.

Desenvolvemos projetos de obtenção de Habilitações, com atividades supervisionadas por profissionais especializados do início ao fim.

Copyright 2018 © Gainholder. Todos os direitos reservados.