Oportunidades

Como importar instrumentos musicais

Aprenda nesse guia como importar Instrumentos musicais e quais os principais aspectos nessa operação

Redação Gainholder 06 Jul 2020 • 3 minutos
Como importar instrumentos musicais

CENÁRIO: O mercado de instrumentos musicais tem motivos para comemorar: um crescimento positivo, com consumidores cada vez em maior número e ecléticos. Com um faturamento na ordem de 935 milhões em 2015, segundo a Associação Brasileira de Música (Abemusica), tem-se a fotografia de que é um segmento de porte que não se pode subestimar.

O MERCADO: Com um perfil de consumidor que está em quase todas as faixas etárias e sociais, atentos à melhor qualidade de vida – do hobbie à profissão – a arte de tocar um ou mais instrumentos viralizou. O maior termômetro é o número de lojas abertas especializadas no segmento, no Brasil. Outro fator que impulsiona este fenômeno, além do público consumidor, é a alta margem de lucro que se tem neste segmento.

Além disso, os festivais geraram uma grande demanda de broadcast – caixas de som, cabos, amplificações, mesas de som, entre outros. Esse mercado também cresceu e se especializou.

NA PRÁTICA: A importação destes produtos não é complexa – mas nem por isso não requer cuidados. O fabricante tem um papel importante para assegurar a qualidade das vendas. Atenção redobradas às garantias e peças acessórias ou de reposição. Alguns instrumentos ou equipamentos carecem desses detalhes, e não ter em estoque pode ser um grande impeditivo de venda.

Este segmento é conhecido pela força das grandes marcas, logo, é fundamental saber se o produto de desejo possui um distribuidor autorizado no Brasil. Quando o produto é adquirido por lojas especializadas internacionais, é mais difícil essa constatação do que comprar direto das fábricas.

Importação de instrumentos musicais

Exemplos de alguns instrumentos músicais que podem ser importados

O transporte também requer cuidados especiais. A embalagem máster, ou embalagem de transporte deve ser reforçada para assegurar a integridade nas movimentações e transporte internacional. Ainda, é comum que lojas ou até fábricas exportem com a embalagem do próprio produto – isso é um risco que não se deve correr, pois a chance da carga ter uma avaria é muito grande.

A importação requer atenção sobre o tratamento administrativo, por isso, é importante consultar empresas especializadas no processo, como a Gainholder, para que isso ocorra de forma fluida, correta e otimizada. Abaixo, trouxemos alguns cases que retratam algumas de nossas experiências nesse setor:

Ainda está em dúvida sobre esse segmento? Importe instrumentos musicais e muitos outros produtos com a Gainholder. Esse é um mercado extremamente lucrativo, não deixe sua empresa de fora. Entre em contato conosco e entenda como podemos te ajudar a importar

Cases de clientes da Gainholder - Importação de Instrumentos musicias

CASE 1: uma loja contatou a Gainholder com interesse de importar o instrumento musical acordeão. O empresário já possuía algumas sugestões de fabricantes através de pesquisas realizadas na internet. É muito importante realizar a inspeção desses fornecedores, para assegurar a idoneidade e convicção de ser um bom negócio. Com o fornecedor homologado, foi desenvolvido o valuation da operação de importação (o VAMCO), para trazer os números efetivos da importação, bem como a sinalização da viabilidade da importação. O lojista realizou a importação com sucesso.

CASE 2: a cidade de Curitiba é conhecida por sediar vários festivais, e em um deles, haveria uma apresentação de um grupo internacional. O projeto foi apresentado por uma empresa especializada em produção de eventos, e a lista de produtos a serem importados era muito extensa: figurinos, cenários, artigos, equipamentos de som, instrumentos musicais, cabos e iluminação. Os itens ultrapassavam, no seu total, mais de duas mil unidades. Para estes casos, aplica-se o regime de Admissão Temporária. De forma prática, é um regime aduaneiro que importa temporariamente um ou mais produtos por um espaço de tempo condicionado ao seu retorno na totalidade dos itens. A Gainholder desenvolver o planejamento da importação (VAMCO), e a produtora sinalizou a viabilidade para seguir com a operação.

Comparativo Instrumentos no Brasil x Instrumentos importados

Abaixo fizemos um comparativo do custo de alguns instrumentos vendidos no Brasil vs análogos produzidos em outros países.
*O preço internacional foi colocado em dólares
*Essa é apenas uma estimativa, é preciso acrescer ao valor do produto fabricado no exterior o custo de importação e nacionalização
***O preço pode sofrer variações após a publicação desse guia

InstrumentoPreço Brasil (Real)Preço Importada (Dólar)
Violão clássico em madeiraR$300US$14
BongôR$242US$12
ClarineteR$550US$50
ViolinoR$360US$18
Comentários
.